domingo, 12 de dezembro de 2010

SER COMO CRIANÇA


Em algum momento, de alguma forma, temos a tendência de perder o que de mais precioso recebemos ao andarmos com Deus, a inocente confiança de uma criança.
Existe um desejo, até certo ponto saudável, para que haja em nós um crescimento. Mas quando se trata do relacionamento com Deus, ao contrário de nossa vida natural, nosso crescimento quando saudável, não trará independência, mas, maior dependência da graça e poder de Deus, pois quanto mais nos aproximamos, mais ainda percebemos em nós fraquezas e inconstâncias que só poderão ser vencidas quando entendemos a mente de Cristo.
Normalmente, ouvimos muito o que pode e o que não pode.......e nunca como vencermos batalhas que muitas vezes explodem dentro de nós. Sinceramente, sou totalmente contra regras e padrões que são criadas pelos homens, que ao invés de libertarem prendem e oprimem ainda mais o seu coração.

Em Colossenses 2:23 diz " Essas regras têm, de fato, aparência de sabedoria, com sua pretensa religiosidade, falsa humildade e severidade com o corpo, mas não têm valor algum para refrear os impulsos da carne." NVI

Quando simplesmente passamos tempo com Deus, ou lendo Sua Palavra, ou em oração e adoração, naturalmente o Espírito Santo se encontrará livre para nos guiar, naquilo que é bom, e nos convencer daquilo que realmente não é, ou também que não nos edifica em nada.
Isso não nos é imposto, mas proposto em amor. Uma pessoa que escolha confiar, e acreditar, tal e qual uma criança, não somente entrará no Reino de Deus, como experimentará da nova vida que ele proporciona.
Certa vez, perguntaram à Jesus onde estava o Reino de Deus, e Ele sabiamente respondeu: "O Reino de Deus não vem de modo visível, nem se dirá, aqui está ele , ou lá está, porque o Reino de Deus está dentro de vós." Lucas 17:20,21.NVI

Digo-lhes a verdade: Quem não receber o Reino de Deus como uma criança, nunca entrará nele. Lucas 18:17

Conservar a inocência de uma criança nos fará experimentar o cuidado do nosso Pai, a cada dia, e ficaremos surpreendidos com Seu amor!

No amor de Cristo.

3 comentários:

Dri Camargo disse...

Hum, sempre acreditei que as regras ditadas por homens, nenhuma valia tem; coloca-se julgo sobre os homens e não é ensinado como combater as guerras internas, e sim como sufocá-las. Pensar em Cristo, através do Espírito Santo, me mostra que com Ele, é possível sim, superar todas as guerras que surgerem, em decorrência do nosso contato constante com nosso querido Jesus! Há refrigério sim, para as almas afigueadas pela dúvida, pelo medo do desconhecido e pela necessidade em se sentir mais que amdos! Obrigada Jesus por seu amor incondicional!

Marcelo Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo Oliveira disse...

Obrigado irmã Elizandra. Você foi no "x" da questão. Que o Senhor nos ajude a termos essa maravilhosa dependência Dele, como crianças no Senhor. Parabéns pelo post. Que Deus seja glorificado em sua vida!