segunda-feira, 23 de julho de 2012

O mover de Deus.

        Como é difícil nos entregarmos ao Senhor, pois sabemos que Ele pode e quer "mover" qualquer circunstância a nosso favor.
Moveu a favor do Seu povo, os israelitas, secando o mar vermelho, também o rio Jordão para atravessarem. "Ele assim fez para que todos os povos da terra saibam que a mão do Senhor é poderosa e para que vocês sempre temam o Senhor, o Seu Deus." Josué 4:24


Deus usou Arão, Moisés, Josué para orientarem o Seu povo, dando-lhes a vitória e Deus falava com eles.
Diante dos exemplos acima, o que falar então do sacrifício de Jesus? Deus "moveu" mais uma vez dando-nos o Seu precioso Filho. Que usemos essa mesma palavra "mover" em nossas orações, pedindo: mova em mim Senhor, dentro de mim, mova, remova tudo o que me impede de ficar em Tua presença, como Josué quero ver o Teu poder conduzindo-me à vitória.




        Porque desse desabafo?
Nós queremos a vitória, mas que tipo de vida cristã estamos levando? Quantas vezes já ouvimos a pregação da Palavra de Deus, indicando-nos uma vida de consagração? No entanto, nem sempre entramos em nosso quarto para aquela oração de entrega total. Este é o ponto que separa uma vida cristã fraca e medíocre, às vezes inútil, de uma vida mais dedicada e vitoriosa, sobre o pecado e as influências do mundo.


Diante disso, que tipo de vida você deseja viver diante de Deus? Se realmente deseja sair de uma vida fraca, medíocre e inútil, entre em seu quarto e, fechada a sua porta, busque a Deus para que possa experimentar uma mudança radical que redunde em uma vida cristã radiante e vitoriosa.


Stefânia Sizewiski Ducioni



2 comentários:

Aninha disse...

Que reflexão ein?!!!!
Parabéns!
Amada desejo a vc uma semana de muita benção!
E ficaria muito feliz se me presenteasse com sua visita em meu blog!!!

http://aninhavitoriosa.blogspot.com.br/

António Jesus Batalha disse...

Há algum tempo que não visitava o seu blog, hoje encontrei-o e demorei algum tempo a ver o que escreveu, fiquei maravilhado pois pode ver como está se preocupando com o próximo. Continue a proclamar o bom nome de Jesus e a edificar exortar e consolar os corações daqueles que precisam de Jesus. Sou feliz porque sei que nos iremos encontrar um dia, e receber o galardão dos nossos feitos.